novembro, 2020

08nov9:3014:00Caminhando do Forte da Roca ao Guincho Velho9:30 - 14:00 Estrada do Cabo da Roca - Rua da Escola Nova - 2705-001 AzóiaTipo Evento:Caminhada

Horário

(Domingo) 9:30 - 14:00

Ponto de Encontro

Estrada do Cabo da Roca - Rua da Escola Nova - 2705-001 Azóia

Detalhes do Evento

Descrição do Evento

Esta proposta de Caminhada percorre alguns dos recantos mais secretos da zona costeira a sul do Cabo da Roca e das suas impontes arribas e vales encaixados onde a destreza física é essencial Teremos oportunidade para visitar os vestígios do Forte de Nossa Senhora da Roca, e descer ao Guincho Velho com as suas piscinas naturais, onde faremos uma merecida paragem. Mais um evento a não perder!

Forte da Roca:

No século XVII foi construído este forte como defesa da entrada de piratas e corsários em Lisboa. Situado um pouco a sul do Cabo da Roca, teve a denominação de Forte da Roca ou Forte da Nossa Senhora da Roca, ou ainda Forte do Espinhaço. Atualmente é uma ruína de que mais nada resta a não uma pequena parte das paredes.

A primeira referência que se conhece deste forte é uma planta, datada de 1692, do Arquivo da Casa do Cadaval, mas o forte deve ser de construção muito anterior. Segundo Carlos Pereira Callixto, o forte foi construído pelo Conde de Cantanhede, D. António Luís de Meneses, no final do reinado de D. João IV ou nos de seus dois filhos, D. Afonso VI ou D. Pedro II. A ser verdade, a construção deste forte fez parte de um conjunto de fortificações destinadas a proteger a costa marítima pela guerra da independência, após a revolução de 1640.

Estando situado numa zona de difícil acesso o forte entrou em decadência estando em 1751, segundo um inspetor do reino, bastante degradado. No entanto terá havido obras de recuperação porque em 1777 o paiol encontrava-se em boas condições, com diversas peças de artilharia. Mesmo com mais algumas obras no início do séc. XIX, em 1813 já não havia ali quaisquer armas ou as existentes estavam velhas. Em 1829 já não era referido no seu papel militar o que levou a que fosse abandonado.

Segundo a descrição no séc. XVIII, referia-se um forte pequeno, dependências anexas para alojamento, armazém e paiol. A guarnição, segundo documentos na Torre do Tombo, era composta por 5 soldados, 2 artilheiros e um cabo, com 4 peças de ferro e 1 de bronze.

Porto do Guincho Velho

O porto poderá ter servido e apoio às actividades de pirataria. Ali se poderão acoitar os piratas à espera das presas e para abastecimento de água e outros víveres. Nos finais do século XIX e até inícios do século XX, estiveram aboletados no Porto Touro pescadores que faziam parte da campanha da armação da Roca, para a pesca da sardinha, de que forneciam as fábricas de conservas da vila de Cascais. Dessa época é a muralha que se vê na praia, onde existia um guincho que, com os anos, enferrujou, ficando inoperacional – daí o antigo nome de «porto do guincho», como era conhecido também o Porto Touro, passando posteriormente a ser identificado por Porto do Guincho Velho. Já estava desactivado nos anos 70, quando se visitou o local. Teria sido usado para puxar as barcas da armação da Roca para terra. Desse período ficaram, um pouco mais acima da praia, ao lado do caminho da Biscaia, as ruínas das instalações da companhia da Roca, onde, nos meados do século passado, ainda existia uma taberna gerida por um casal, para abastecimento dos pescadores que ali aportavam durante o Verão.

Alguns dos pontos de interesse da caminhada

• Porto do Guincho Velho • Espigão da Ruiva • Forte de Nossa Senhora da Roca • Envolvente da Azóia e da Biscaia • Vale do Rio Touro • Paisagens naturais •

Localização

Ponto do Encontro

Rua da Escola Nova
Estrada do Cabo da Roca
2705-001 Azóia

Latitude:  38°46’21.32″N
Longitude:  9°28’36.28″W

Hora do Encontro: 9h30
Hora prevista para o final: 14h00

Ver no Google Maps

Faça Já A Sua Inscrição

Valor da Inscrição
8€ por pessoa

0
Dificuldade
0 km's
Distância
0 Horas
Duração

Circular
Circuito

Equipamento

Calçado e roupa adequada para caminhadas

Inclui:
Guia e acompanhamento
Seguro de acidentes pessoais
Seguro de responsabilidade civil

Não aconselhável a pessoas com vertigens
Apenas para pessoas com excelente mobilidade.

Observações: Só as inscrições efectuadas até às 16h30 do dia anterior à realização do evento permitem a activação do Seguro de Acidentes Pessoais

Termos e Condições

Formulário de Inscrição

Mais de 5 inscrições, solicitamos que preencha novamente o formulário com os restantes nomes.

Após enviar a inscrição receberá uma resposta automática com os dados para pagamento na sua caixa de e-mail. Muito Obrigado