maio, 2020

31mai9:3013:30Caminhando em Canha9:30 - 13:30 Largo 5 de Outubro, 2985-014 CanhaTipo de Evento:Caminhada

Horário

(Domingo) 9:30 - 13:30

Ponto de Encontro

Largo 5 de Outubro, 2985-014 Canha

Detalhes do Evento

Descrição do Evento

Nesta proposta de caminhadas iremos até Canha, a maior freguesia do concelho do Montijo. Canha, antiga Villa Nova de Cayna, segundo apontamentos e pergaminhos encontrados, é uma povoação tão antiga como a nacionalidade portuguesa. Situada na margem esquerda da Ribeira de Canha ou Ribeira de Almansôr, é a freguesia mais distante da atual sede de concelho. De características rurais, é dotada de uma beleza natural e paisagística de grande atratividade. Diz o povo que aqui existiu um castelo e um poço, e que segundo a lenda, quem deste se aproximasse à meia noite em noite de luar, acharia um tesouro. Lendas ou histórias fantásticas! Não sabemos. Mas uma coisa é certa, a vila de Canha é sem dúvida um tesouro, por descobrir!

Canha

Canha foi terra de lavradores e latifundiários que aqui desenvolveram a atividade agrícola, trazendo a prosperidade à vila. No centro da vila, na rua do Castelo encontra-se a Casa Piteira da autoria do arquiteto Hermínio Vaz Barros, um imóvel que apresenta o aspeto pitoresco da “casa portuguesa”, com telhado de beirais e varanda com alpendre. Mais à frente temos a Ermida de S. Sebastião ou da Misericórdia, fundada no século XVI, com posteriores remodelações. Existe ainda o Museu Etnográfico de Canha, situado na antiga casa de um saudoso médico local. Aqui, pode visitar algumas exposições e outras manifestações de cariz cultural.

De paredes meias com o Alentejo, o traçado do casario da vila, caiado de branco, na sua maioria de piso térreo, apresenta aqui e ali, um elemento característico – a grande chaminé alentejana, onde no inverno arde o azinho e fumam-se os enchidos. Destaque ainda para o arco sineiro do antigo edifício da Câmara Municipal, atual Posto da GNR.

Na Rua de Santo António merece destaque a Igreja de Nossa Senhora de Oliveira. Fundada no século XIII, a igreja que atualmente se observa é uma edificação do século XVII. No átrio que antecede a entrada, a simbólica Oliveira convida-nos a entrar e descobrir este tesouro tão bem guardado. A sua riqueza interior, não nos é denunciada pelo simples e austero exterior, cuja riqueza azulejar nos surpreende. Um magnífico retábulo de talha dourada, acresce à riqueza do conjunto.

Destaque ainda para a Fonte Velha, que embora velha, ainda nos refresca com água nova e boa. Diz o povo que antigamente era o local de encontro dos namorados. A Ribeira de Canha constitui também um local excelente para a observação de flora e fauna. Devemos estar atentos ao céu e aos campos pois é possível avistarmos cegonhas brancas, milhafres, águias, e outras aves interessantes que cruzam o espaço aberto deste montado a perder de vista.

Alguns dos pontos de interesse da caminhada

• Ribeira de Canha • Fonte Velha • Igreja Sra. da Oliveira • Casa Piteira • Área de montado • Ermida de S. Sebastião • Paisagens naturais •

Localização

Ponto do Encontro

Largo 5 de Outubro, 2985-014 Canha

Latitude: 38°46’3.63″N
Longitude: 8°37’33.89″W

Hora do Encontro: 9h30
Hora prevista para o final: 14h

Ver no Google Maps

Faça Já A Sua Inscrição

Valor da Inscrição
6€ por pessoa

Nível 0
Dificuldade
0 km's
Distância
0 Horas
Duração

Circular
Circuito

Equipamento

Calçado e roupa adequada para caminhadas

Inclui:
Guia e acompanhamento
Seguro de acidentes pessoais

Observações: Só as inscrições efectuadas até às 16h30 do dia anterior à realização do evento permitem a activação do Seguro de Acidentes Pessoais

Termos e Condições

Formulário de Inscrição

Mais de 5 inscrições, solicitamos que preencha novamente o formulário com os restantes nomes.

Após enviar a inscrição receberá uma resposta automática com os dados para pagamento na sua caixa de e-mail. Muito Obrigado

Translate »
X