janeiro, 2019

20jan9:3014:00Caminhando nas Maravilhas da Arrábida9:30 - 14:00 Pedreiras (logo a seguir ao Café “Graciano”)Tipo de Evento:Caminhada

Hora

(Domingo) 9:30 - 14:00

Ponto de Encontro

Pedreiras (logo a seguir ao Café “Graciano”)

Detalhes do Evento

Descrição do Evento

Esta proposta de Caminhada tem inicio perto do Café “Graciano”, na localidade de Pedreiras. O caminho segue por Trilhos e alguns caminhos rurais, em direcção ao Oceano Atlântico, numa caminhada de perfeita comunhão com a Natureza, tendo como destino uma reconfortante paragem na Lapa da Cova, uma gruta a meio da Serra do Risco. Teremos ainda uma perspectiva fantástica da Falésia da Serra do Risco, por sinal a mais alta da Europa continental com uma altura de 381 metros. Uma paisagem de cortar a respiração, perante a imponência da mãe natureza. A partir daí encetamos o nosso regresso, passando ainda pela Quinta do Calhariz, até ao nosso ponto de partida. Mais um evento a não perder!

Lapa da Cova

A Lapa da Cova localiza-se na vertente sul da Serra da Achada, em Sesimbra, perto da povoação de Pedreiras, numa escarpa sinuosa e bastante inclinada, na cota dos 260 metros, sendo visível a longa distância, partir do mar pelo que será de supor que a sua descoberta deverá ter sido feita por marinheiros. Embora só em 2007, durante os trabalhos de preparação da nova Carta Arqueológica de Sesimbra a equipa do Neca – Grupo de Espeleologia da Costa Azul, tenha detectado a presença de fragmentos de cerâmica.

Do ponto de vista espeleológico é uma cavidade cársica fóssil, formada por duas salas e uma pequena galeria, que se desenvolveu ao longo de uma diáclase principal longitudinal à entrada e no cruzamento de outras, em terrenos calcários do Jurássico Médio. As galerias são muito pobres em espeleoformas, até porque é bastante seca apresentando uma temperatura entre os 20 e 22 graus e devido aos depósitos sedimentares margo-argilosos.

Parque Natural da Arrábida:

O Parque Natural da Arrábida deve o seu nome à principal unidade geomorfológica de toda a área, a designada cordilheira da Arrábida, constituída por 3 eixos:

  • o 1º composto por pequenas elevações nos arredores de Sesimbra, pelas serras do Risco e da Arrábida e pelas colinas existentes entre o Outão e Setúbal;
  • o 2º é formado pelas Serras de S. Luís e dos Gaiteiros; e
  • o 3º formado pelas Serras do Louro e de São Francisco.

A orientação da cordilheira é ENE-OSO (orientação alpina) apresentando um comprimento de cerca de 35 km e uma largura média de 6 km. A altitude máxima é de 501 m no anticlinal do Formosinho.

A cadeia montanhosa da Arrábida, e a área de planície que a circunscreve, tem uma grande diversidade de solos, devido à multivariada constituição dos materiais rochosos que constituem a rocha mãe. A grande maioria dos solos é de origem sedimentar aparecendo, no entanto, algumas intrusões eruptivas. Todo o modelado hoje visível na Arrábida depende não só de aspetos ligados à tectónica e à erosão mas também daqueles que se prendem com a geologia da área constituída em grande parte por rochas calcárias e dolomíticas ou detríticas.

Como é característica das regiões cuja geologia é predominantemente constituída por calcário, a hidrografia apresenta aspetos específicos desse tipo de constituição, tais como a não perenidade e exiguidade dos cursos de água.

Serra do Risco e Terras do Risco

Diz a lenda que foi neste Vale do Risco que D. Afonso Henriques terá “arriscado” a divisão das suas tropas criando assim uma armadilha mortal para as tropas mouras sediadas no Castelo de Sesimbra. Por outro lado a presença da linha de horizonte da mais alta falésia sobre o mar no continente português apresenta-se como um “risco” perfeito no horizonte. Qual será a razão de tal nome? Podemos não ter resposta, neste percurso por uma zona misteriosa, inexplorada e com tesouros e visões únicas, acedendo a varandas debruçadas sobre o mar e percorrendo velhos caminhos usados por contrabandistas, escaladores e durante muito tempo local de treino dos militares portugueses que partiam para a guerra no ultramar.

Alguns dos pontos de interesse da caminhada

• Terras do Risco • Lapa da Cova • Varandas do Risco • Quinta do Calhariz • Paisagens naturais •

Localização

Ponto do Encontro

Pedreiras (logo a seguir ao Café “Graciano”)
R. do Boeiro, 30
2970 Setúbal

Latitude: 38°27’40.80″N
Longitude: 9° 4’10.92″W

Hora do Encontro: 9h30m
Hora prevista para o final: 14h

Ver no Google Maps

Faça Já A Sua Inscrição

Valor da Inscrição
6€ por pessoa

Nível 0
Dificuldade
0 km's
Distância
0 Horas
Duração

Circular
Circuito

Equipamento

Calçado com boa aderência
Roupa adequada para caminhadas
Mínimo 1,5l de Água
Protector solar
Chapéu

Inclui:
Guia e acompanhamento
Seguro de acidentes pessoais
Seguro de responsabilidade civil

Observações: Só as inscrições efectuadas até às 16h30 do dia anterior à realização do evento permitem a activação do Seguro de Acidentes Pessoais

Termos e Condições

Formulário de Inscrição

Mais de 5 inscrições, solicitamos que preencha novamente o formulário com os restantes nomes.

Após enviar a inscrição receberá uma resposta automática com os dados para pagamento na sua caixa de e-mail. Muito Obrigado