outubro, 2021

09out9:0018:00Grandes Caminhadas - Serra do Socorro e Archeira9:00 - 18:00 Largo da Capela 2, 2565 FuradouroTipo Evento:Grande Caminhada EVENTONovo

Horário

(Sábado) 9:00 - 18:00

Ponto de Encontro

Largo da Capela 2, 2565 Furadouro

Detalhes do Evento

Descrição do Evento

Esta proposta de Grande Caminhada, com 30kms de extensão, decorre na zona Oeste, mais concretamente na cordilheira composta pela Serra do Socorro e da Archeira repletas de paisagens magníficas. Ao longo desta caminhada teremos ocasião de percorrer alguns fortes das Linhas de Torres, como o do Archeira e da Feteira, entre outros. Passaremos ainda nas Termas dos Cucos, e percorremos as margens do rio Sizandro, quase à chegada a Torres Vedras. Nesta caminhada não faltará a subida desafiante até ao topo da Serra do Socorro, antes de descermos rumos ao Furadouro, nosso ponto de partida e chegada.  Mais um evento a não perder!

Ermida de Nossa Senhora do Socorro

No topo da Serra do Socorro, erigiu-se, em inícios do séc. XVI a Ermida de Nossa Senhora do Socorro conservando-se ainda elementos arquitetónicos manuelinos, nomeadamente o alpendre, a abóbada da nave e o portal lateral Sul. Dada a sua elevação, foi um dos locais escolhidos para a implantação de um telégrafo durante a Guerra Peninsular, em 1810, permitindo a comunicação entre os postos da 1.ª e 2.ª Linhas de Torres Vedras. O Povoado da Serra do Socorro e a Capela de Nossa Senhora do Socorro encontram-se classificados como Imóvel de Interesse Público. Este local é palco de uma importante romaria em 5 de agosto e é também um dos miradouros naturais com maior relevância na Região Oeste. O Centro Interpretativo da Serra do Socorro encontra-se instalado na área anexa à Ermida e contém uma área expositiva sobre a História e Património da Serra do Socorro, as Comunicações Visuais na Guerra Peninsular e o Telégrafo da Serra do Socorro.

Forte da Archeira

O Forte da Archeira, localizado num local estratégico do sistema defensivo das Linhas de Torres (obra militar n.º 128), é uma estrutura de grande dimensão que pertencia à Primeira Linha Defensiva, a par com os fortes de Catefica e Feiteira, localizados um pouco mais a norte, cujo objetivo seria a defesa dos vales de Ribaldeira e Runa. Apresenta um perímetro de 436,48 m e uma área de cerca de 9.534,44 m2, estava munido com seis bocas-de-fogo (calibre 12) e uma guarnição de 500 homens. Apesar de não possuir canhoneiras, no seu interior existem vestígios do que aparenta ser um paiol semienterrado. Integra o conjunto das Fortificações das Linhas de Torres Vedras classificadas como Monumento Nacional.

Forte da Feiteira

O Forte da Feiteira, de dimensão média (obra militar nº 129), apresenta um perímetro de 287,5 m e uma área de cerca de 5.901 m2 e estava munido com 13 canhoeiras, seis bocas-de-fogo (seis de calibre 9 e três de calibre 12) e uma guarnição de 350 homens. O fosso tem escarpa e contra escarpa em alvenaria e os travezes interiores bem definidos, com cama em alvenaria. Integra o conjunto das Fortificações das Linhas de Torres Vedras classificadas como Monumento Nacional.

Forte de Catefica

O Forte de Catefica está integrado na Primeira Linha de Defesa e está localizado a norte dos Fortes da Feiteira e Archeira. Obra militar n.º 130, é uma estrutura de pequena dimensão, constituída por 15 canhoneiras e travezes, tendo no seu interior um moinho, que provavelmente terá sido utilizado como paiol. Integra o conjunto das Fortificações das Linhas de Torres Vedras classificadas como Monumento Nacional.

Moinhos de vento

O moinho de vento de torre fixa em alvenaria e tração por sarilho é o tipo de moinho mais característico da região Oeste. O edifício, de forma cilíndrica, é uma construção robusta de pedra e cal, com uma base de cerca de cinco metros e meio de diâmetro e quatro metros e meio de altura. O topo é coberto por uma estrutura de madeira com tábuas, serapilheira ou lona, revestida a alcatrão – o capelo. No interior podemos observar o sarilho, mecanismo que permite rodar a copa do moinho e o mastro conforme a orientação do vento. O mastro é composto por oito velas de pano e cerca de doze a quinze búzios.

Alguns dos pontos de interesse da caminhada

• Serra do Socorro • Serra da Archeira • Fortes das Linhas de Torres • Moinhos de Vento • Termas dos Cucos • Rio Sizandro • Ermida N. S. do Socorro • Paisagens naturais •

Localização

Ponto do Encontro

Largo da Igreja Matriz do Furadouro (Largo da Capela)
Rua da Capela – Furadouro (Torres Vedras)

Latitude:  39° 1’48.47″N
Longitude:   9°12’37.90″W

Hora do Encontro: 9h20
Hora prevista para o final: 17h

Ver no Google Maps

Faça Já A Sua Inscrição

Valor da Inscrição
10€ por pessoa

Nível 0
Dificuldade
0 km's
Distância
0 Horas
Duração

Circular
Circuito

Equipamento

Calçado e roupa adequada para caminhadas

Inclui:
Guia e acompanhamento
Seguro de acidentes pessoais
Seguro de responsabilidade civil

Observações: Só as inscrições efectuadas até às 16h30 do dia anterior à realização do evento permitem a activação do Seguro de Acidentes Pessoais

Termos e Condições

Formulário de Inscrição

Mais de 5 inscrições, solicitamos que preencha novamente o formulário com os restantes nomes.

Após enviar a inscrição receberá uma resposta automática com os dados para pagamento na sua caixa de e-mail. Muito Obrigado