setembro, 2020

13set9:3012:30Passeio à descoberta de Jardins históricos9:30 - 12:30 Jardim de Roque Gameiro Cais do Sodré, 1200-161 LisboaTipo Evento:Caminhada,Visita Guiada EVENTONovo

Horário

(Domingo) 9:30 - 12:30

Ponto de Encontro

Jardim de Roque Gameiro Cais do Sodré, 1200-161 Lisboa

Detalhes do Evento

Descrição do Evento

Esta proposta da Caminhando consiste num passeio à (re)descoberta de jardins e das suas estórias, com partida no Cais do Sodré e chegada à Praça da Alegria. Moradas de árvores anciãs exóticas, que nos transportam para outras latitudes culturais e históricas, e mantém, ainda, viva a lembrança de personalidades nacionais. Mais um evento a não perder!

Cais do Sodré – Jardim Roque Gameiro

Vamos conhecer neste jardim ribeirinho Tipuanas centenárias originárias do Brasil e da Bolívia, que se vestem de flores amarelo-dourado e cuja madeira exótica é conhecida como pau-rosa.

Largo Barão Quintela

Quase a terminar de subir a Rua do Alecrim, no Largo Barão Quintela, encontra-se um conjunto de palmeiras da espécie feminina, reconhecível pelas suas fartas “cabeleiras alaranjadas”. A palmeira faz parte das árvores classificadas como fósseis, porque remontam há 100 milhões de anos atrás. No Médio Oriente o seu fruto – tâmara, mantêm uma importância económica significativa.

Rua do Século

Dois Lodões-bastardos residem em frente à antiga residência familiar do Marquês de Pombal. É a espécie de árvore mais comum nos arruamentos da cidade. Foi também a árvore predileta do poeta Eugénio de Andrade. Rezam, ainda, lendas que as suas bagas entorpeceram os marinheiros de Ulisses na chegada a Lisboa.

Jardim do Príncipe Real

Depois de atravessarmos o Bairro Alto vamos conhecer a árvore mais antiga de Lisboa – um Cedro do Buçaco, com 140 anos de idade. Outras espécies vizinhas guardam muitas estórias para nos contar. Um Plátano orientalis oferecido, em 1956, pelo Rei Paulo da Grécia lembra-nos a árvore, onde o médico Hipócrates dava as suas consultas. Uma Araucária, da Nova Caledónia, descoberta, no século XVIII, por James Cook dá-nos, também, conta dos achados botânicos durante as expedições marítimas.

Praça da Alegria – Jardim Alfredo Keil

Para concluir o nosso passeio, vamos conhecer mais um conjunto de árvores exóticas centenárias. Dois Metrosideros, originários da Nova Zelândia, consideradas árvores sagradas pelo povo maori, impressionam pela engenharia das suas raízes aéreas. Por último, um conjunto de Eritrinas e Paineras, nativas da América do Sul, e de floração frondosa, revelam-nos mais duas espécies muito singulares e exóticas.

Alguns dos pontos de interesse do passeio

• Roteiro pelos Jardins Históricos • Jardim Roque Gameiro • Largo Barão de Quintela • Rua do Século • Jardim do Príncipe Real • Praça da Alegria • Outras curiosidades •

Localização

Ponto do Encontro

Jardim de Roque Gameiro
Cais do Sodré, 1200-161 Lisboa

Latitude: 38°42’20.11″N
Longitude: 9° 8’36.78″W

Hora do Encontro: 9h30
Hora prevista para o final: 12h30

Ver no Google Maps

Faça Já A Sua Inscrição

Valor da Inscrição
12€ por pessoa

0
Dificuldade
0 km's
Distância
0 Horas
Duração

Linear
Circuito

Equipamento

Calçado e roupa adequada para caminhadas

Inclui:
Guia e acompanhamento
Seguro de acidentes pessoais
Seguro de responsabilidade civil

Observações: Só as inscrições efectuadas até às 16h30 do dia anterior à realização do evento permitem a activação do Seguro de Acidentes Pessoais

Termos e Condições

Formulário de Inscrição

Mais de 5 inscrições, solicitamos que preencha novamente o formulário com os restantes nomes.

Após enviar a inscrição receberá uma resposta automática com os dados para pagamento na sua caixa de e-mail. Muito Obrigado