fevereiro, 2019

24fev10:0014:15Visita ao Palácio do Sobralinho & Caminhada10:00 - 14:15 Rua do Paço do Sobralinho | 2615-694 SobralinhoTipo de Evento:Caminhada,Visita Guiada

Hora

(Domingo) 10:00 - 14:15

Ponto de Encontro

Rua do Paço do Sobralinho | 2615-694 Sobralinho

Detalhes do Evento

Descrição do Evento

Neste evento vamos ficar a conhecer “por dentro” o Palácio da Quinta Municipal do Sobralinho. Iremos ter oportunidade de conhecer a história do Palácio, os interiores, o claustro, assim como as suas diversas salas, com especial curiosidade para o quarto secreto de António Salazar. Haverá tempo ainda para circular e ficar também a conhecer as zonas exteriores como, lagos, nora e a horta deste emblemático e agradável espaço do concelho de Vila Franca de Xira. Mais um evento a não perder!

Palácio do Sobralinho

O Palácio do Sobralinho integra um parque, constituído por jardins, horta e mata, num modelo de organização característico das quintas que se formaram nos arredores de Lisboa. Sobretudo a partir do século XVII, a região de Vila Franca atrai a fixação de grande número de quintas, cuja posse pertencia à alta nobreza, a quem estas quintas serviam de abastecimento e garantiam um local refrescante no verão, fora de Lisboa.

É neste contexto, de quinta de recreio, que surge o Paço do Sobralinho, cuja fundação remonta ao século XVII. O antigo solar do Sobralinho pertenceu aos Manuel, Condes de Vila Flor, desde1661, tendo sido o primeiro proprietário o 1º Conde, D. Sancho Manuel de Vilhena (?-1677), membro da Corte que teve um papel militar importante na Guerra da Restauração.

A Quinta do Sobral de Alverca tornou-se a residência de campo dos Condes de Vila Flor, sendo a de Lisboa o Palácio de S. João da Praça. A propriedade foi herdada em família sucessivamente pelos Condes de Vila Flor até ao 7º Conde de Vila Flor e 1º Duque da Terceira, D. António José de Meneses de Noronha (1792-1860), o qual mandou restaurar a casa. É com o Duque da Terceira, figura muito próxima da família real, que o Sobralinho se tornará num local de encontro da melhor aristocracia de época, várias vezes com a presença da família real, sobretudo por altura das festas de S. João Baptista de Alhandra, nas quais a Rainha D. Maria II foi juíza de 1840 a 1842. Também D. Pedro V visitou o Sobralinho por três vezes, hospedando-se no palácio quando vinha caçar às lezírias, acompanhado pela rainha D. Estefânia. O Duque da Terceira morreu em 1860. Até 1918 não se conhecem indicações precisas de quem terão sido os seus proprietários. Em 1918 o paço do Sobralinho pertencia aos Condes de Sagres, e é deste ano que temos o primeiro registo iconográfico deste imóvel, do exterior e interior, na revista Ilustração Portugueza.

Toda a propriedade foi então comprada por Ricardo Espírito Santo Silva (1900-1955), conhecido banqueiro, empresário, homem de cultura e mecenas. A sua morte em 1955, fará com que a propriedade seja herdada por uma das suas filhas e genro, Rita Espírito Santo e Rodrigo Leite de Faria, que iniciaram grandes obras de reconstrução, as quais se prolongaram até 1963. Esses trabalhos de recuperação estiveram a cargo do arquitecto Luís Possolo.

O facto do palácio ter passado pela família Espírito Santo marcou claramente o gosto e a sensibilidade artística, que foi seguida na nova decoração: a preferência pela arte antiga, em especial pela arte francesa do século XVIII. A linha de orientação foi claramente a de procurar recriar um palácio do Século XVIII, numa realização onde foram seguidos esquemas tradicionais com monumentalidade e com um forte apego à “Casa Portuguesa”.

O Quarto Secreto de Salazar

Quem chega à biblioteca do palácio da Quinta Municipal do Sobralinho, no concelho de Vila Franca de Xira, de paredes forradas a vermelho, não imagina que ao lado direito da lareira, por detrás de uma estante de livros, fica a entrada para um esconderijo que em tempos foi o quarto secreto de Salazar. A estante roda sobre si mesma e abre portas a um universo secreto. A pequena entrada contrasta com os espaços amplos característicos do palácio. Há uma garrafeira e uma escada em caracol almofadada e bege. A espessura da carpete abafa até o ruído de uns saltos altos. Lá em cima erguem-se 15 metros quadrados de um quarto secreto decorado com papel de parede colorido. O papel escasseia em algumas zonas da parede denotando a passagem dos anos. Há uma casa de banho e a única janela do quarto tem vista para o telhado do palácio. Não será por acaso. Se o quarto se queria secreto convinha que os convidados especiais não atraíssem os olhares curiosos na vila

Caminhada

Após a visita para os interessados será realizada uma caminhada com uma extensão de cerca de 10 kms que inclui passagem na Quinta Municipal de Subserra e alguns dos Forte da 1ª Linha Defensiva de Torres Vedras.

Alguns dos pontos de interesse deste evento

• Visita Guiada Palácio do Sobralinho • Caminhada • Fortes das Linhas de Torres • Observatório de Paisagem • Moinhos • Paisagens naturais •

Localização

Ponto do Encontro

Entrada / Parque de estacionamento do Palácio do Sobralinho

Latitude:  38°55’4.31″N
Longitude: 9° 1’35.25″W

Hora do Encontro: 10h
Hora prevista para final: 14h15

Ver no Google Maps

Faça Já A Sua Inscrição

Valor da Inscrição
7€ por pessoa

Nível 0
Dificuldade
0 km's
Distância
0 Horas
Duração

Circular
Circuito

Equipamento

Calçado e Roupa adequada para caminhadas
Levar no mínimo 1,5l de água
Chapéu

Inclui:
Guia e acompanhamento
Seguro de acidentes pessoais
Seguro de responsabilidade civil

Observações: Só as inscrições efectuadas até às 16h30 do dia anterior à realização do evento permitem a activação do Seguro de Acidentes Pessoais

Termos e Condições

Formulário de Inscrição

Mais de 5 inscrições, solicitamos que preencha novamente o formulário com os restantes nomes.

Após enviar a inscrição receberá uma resposta automática com os dados para pagamento na sua caixa de e-mail. Muito Obrigado