abril, 2020

23abr15:0017:15Visita Guiada à Quinta Alegre15:00 - 17:15 Campo das Amoreiras, 94 – Charneca do LumiarTipo Evento:Visita Guiada EVENTONovo

Horário

(Quinta-feira) 15:00 - 17:15

Ponto de Encontro

Campo das Amoreiras, 94 – Charneca do Lumiar

Detalhes do Evento

Descrição do Evento

Esta proposta de evento tem por base a visita guiada à Quinta Alegre, um espaço que esteve muitos anos fechado ao público e que se encontra agora disponível para receber a curiosidade de todos aqueles que querem conhecer melhor mais um valioso património da cidade de Lisboa. Venha daí connosco em mais uma Visita Guiada! Aproveitamos ainda a tarde para um pequeno passeio pelas redondezas da Charneca do Lumiar.

Quinta Alegre

Foi em meados do século XVIII, que Manuel Telles da Silva, 1º Marquês de Alegrete, mandou construir o seu solar de veraneio, com jardim e palácio. Ao longo dos séculos, o edifício foi sofrendo alterações até que, em 1983, passou a ser propriedade da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa.
Uma das grandes preocupações da Santa Casa, durante a primeira fase desta obra, foi a de garantir a integridade dos elementos construtivos e artísticos, respeitando os materiais originais e restaurando pormenores decorativos, especialmente os frescos.

Segundo informação da Direcção-Geral do Património (DGPC), este é um palácio de dois pisos, “tardo-barroco de planta longitudinal rectangular”, construído frente a um campo de amoreiras, e decorado por “silhares de azulejos pombalinos, com a técnica do esponjado, e neoclássicos, com padrões vegetalistas”.

A DGPC realça ainda as “pinturas murais neoclássicas nas paredes e tectos, algumas em trompe l’oeil [técnica artística que cria uma ilusão de óptica], de estuque sobre sanca curva, com elementos geométricos, fitomórficos, pormenores arquitectónicos, mitológicos, aves e frutos”. Estes elementos “apresentam afinidades com as pinturas murais da Quinta da Francelha [em Loures] e do Palácio dos Marqueses de Angeja [actual Museu Nacional do Traje, no Lumiar, em Lisboa] e com a Casa Nobre da Rua de Avis [em Évora]”. Na área de jardim, a DGPC realça os “bancos-conversadeiras forrados a azulejos, formando miradouro sobre a propriedade”, e o lago artificial.

A exposição “Quinta Alegre – De Pessoas para Pessoas” poderá também ser visitada, ficando a conhecer-se todas as fases deste grande projeto de reabilitação, assim como uma breve história da quinta, as valências e os conceitos que integram e explicam esta obra emblemática.
Jardim da Quinta Alegre

O Jardim da Quinta Alegre ou Campo das Amoreiras foi projectado a partir dos antigos terrenos da Quinta Alegre, igualmente conhecida por Quinta dos Marqueses do Alegrete, como jardim de lazer para os moradores da Freguesia de Santa Clara.

Representa uma grande planície triangular com 24500 metros quadrados de relva, limitada por árvores em todo o seu perímetro. Longos trilhos rectos e curvos, constantemente ladeados por árvores, cruzam o parque infantil e o pequeno anfiteatro ao ar livre. Oposto a estas estruturas existe um coreto e, no centro do jardim, um espaço redondo ajardinado com outra organização paisagística.

Situa-se muito próximo da pista de aterragem do Aeroporto de Lisboa na Freguesia de Santa Clara, arredores de Lisboa.

Localização

Ponto do Encontro

Campo das Amoreiras, 94 – Charneca do Lumiar

Latitude: 38° 47′ 8.99” N
Longitude: 9° 8′ 31.96” W

Hora do Encontro: 15h
Hora prevista para o final: 17h

Faça Já A Sua Inscrição

Valor da Inscrição
10€ por pessoa

0 km's
Distância
0 Horas
Duração

Observações: Só as inscrições efectuadas até às 16h30 do dia anterior à realização do evento permitem a activação do Seguro de Acidentes Pessoais

Termos e Condições

Formulário de Inscrição

Mais de 5 inscrições, solicitamos que preencha novamente o formulário com os restantes nomes.
Faça upload da confirmação de pagamento ou envie por email para inscricoes@caminhando.pt