setembro, 2020

13set9:3014:00Caminhando na protecção do Castelo dos Mouros - Arrábida9:30 - 14:00 Praça da República, Vila Nogueira de Azeitão 2925-585 AzeitãoTipo Evento:Caminhada

Horário

(Domingo) 9:30 - 14:00

Ponto de Encontro

Praça da República, Vila Nogueira de Azeitão 2925-585 Azeitão

Detalhes do Evento

Descrição do Evento

Esta proposta de Caminhada vai permitir-nos ficar a conhecer uma impressionante zona do Parque Natural da Arrábida, desde Vila Nogueira de Azeitão até à panorâmica de 360º proporcionada pelo Moinho do Cuco (um antigo moinho de vento agora abandonado), com vistas sobre a Serra de S. Luís, o Estuário do Sado, a cordilheira da Arrábida, e a norte o Estuário do Tejo e a silhueta da Serra de Sintra. Continuando o nosso percurso, caminharemos por trilhos e estradões entre inúmeras quintas encaixadas no Vale de Picheleiros, acompanhados pela elevação, conhecida por castelo dos mouros, a norte do Pico do Formosinho, o que terá sido o primeiro povoado da Idade do Bronze identificado na Arrábida. Mais um evento a não perder!

Chafariz dos Pasmados

Segundo a tradição, a fonte ficou a ser conhecida por este nome, derivado ao pasmo, à admiração, que a sua contemplação causava. Na verdade é admirável, ao ponto de ser considerada o ex-libris de Vila Nogueira de Azeitão, fazendo-lhe guarda de honra – nessa qualidade  – a fachada central das caves de José Maria da Fonseca.

Igreja de S. Lourenço

A Igreja de São Lourenço é um templo do séc. XVI, de exterior muito simples, exemplificativo de um estilo sóbrio frequente em ambiente rural. Ao longo dos séculos fizeram-se algumas alterações ao nível arquitectónico e decorativo, sobretudo depois do terramoto de 1755. O interior é revestido por painéis de azulejos do séc. XVIII, representando cenas religiosas do Velho Testamento. Destaca-se um dos painéis ainda datado do séc. XVI, provavelmente pertencente à decoração de origem. Nas paredes laterais, dois painéis com cenas da vida de São Lourenço, o orago da igreja, do séc. XVII.

De notar a decoração da capela-mor com o altar em mármore policromo, proveniente da Serra da Arrábida, e o retábulo de talha dourada do séc XVII, com uma tela representando a Última Ceia.

Castelo dos Mouros

O “monte fortificado” do Castelo dos Mouros, também conhecido no final do século XIX por “Jogo dos Mouros”, foi o primeiro povoado da Idade do Bronze identificado na Arrábida, e terá sido o mais imponente e inexpugnável do ponto de vista defensivo, tanto no aproveitamento das condições naturais, como nas estruturas defensivas edificadas. Poderá ter-se a construção como lugar fortificado dos mais antigos e incultos habitadores da península da Arrábida.

Implantado no monte de Alvide ou Olivide, trata-se de um «local elevado, em crista, de difícil acesso, com óptimas condições naturais de defesa, situado na encosta norte da Serra da Arrábida». O povoado eriça-se num esporão calcário «de perfil assimétrico, delimitado a Sul por um paredão vertical que atinge vários metros de altura e, a Norte, por uma encosta de rocha nua, muito inclinada». O acesso actual ao Castelo dos Mouros mantém, provavelmente, o traçado de um dos acessos proto-históricos.

De assinalar, ainda, um poço localizado junto da entrada Sul, apresentando um perfil ligeiramente oblíquo, parcialmente colmatado, apresentando ainda uns 7/8 metros de profundidade, além de uma cavidade cársica aberta na base do paredão, constituindo um elemento natural com sugestivo potencial simbólico.

O Castelo dos Mouros materializa na perfeição a ideologia guerreira dos seus construtores, impondo-se enquanto marco conspícuo na paisagem Norte da Arrábida, alcandorado sobre os campos de Azeitão e “dominante” sobre as paisagens do Risco. Um notável investimento construtivo, até à data sem par em terras arrábidas.

Capela de S. Marcos – Oleiros

Oleiros é povoação muito antiga. O nome da aldeia está relacionado com a existência com a existência de uma pequena olaria onde se constitui a povoação. A  Capela de S. Marcos tem uma talha do séc. XVII que nunca foi dourada e tem também alguns paramentos dessa época.

Alguns dos pontos de interesse da caminhada

• Praça da República • Chafariz dos Pasmados • Moinho do Cuco • Picheleiros • Serra da Arrábida • Igreja de S. Marcos • Paisagens naturais •

Localização

Ponto do Encontro

Praça da República em Vila Nogueira de Azeitão
Praça da República (junto ao Chafariz dos Pasmados), Vila Nogueira de Azeitão

Latitude: 38°31’7.47″N
Longitude: 9° 0’50.46″W

Hora do Encontro: 9h20m
Hora prevista para o final: 14h00

Ver no Google Maps

Faça Já A Sua Inscrição

Valor da Inscrição
6€ por pessoa

Nível 0
Dificuldade
0 km's
Distância
0 Horas
Duração

Circular
Circuito

Equipamento

Calçado e roupa adequada para caminhadas

Inclui:
Guia e acompanhamento
Seguro de responsabilidade civil

Observações: Só as inscrições efectuadas até às 16h30 do dia anterior à realização do evento permitem a activação do Seguro de Acidentes Pessoais

 

Termos e Condições

Formulário de Inscrição

Mais de 5 inscrições, solicitamos que preencha novamente o formulário com os restantes nomes.

Após enviar a inscrição receberá uma resposta automática com os dados para pagamento na sua caixa de e-mail. Muito Obrigado