fbpx

fevereiro, 2023

25fev16:3018:45Cruzeiro ao Por-do-Sol e Prova de Vinhos16:30 - 18:45 Aldeia do Escaroupim, junto ao embarcadouro (seguir as indicações de Restaurante “O Escaroupim”)Tipo Evento:Passeio Fluvial

Horário

(Sábado) 16:30 - 18:45

Ponto de Encontro

Aldeia do Escaroupim, junto ao embarcadouro (seguir as indicações de Restaurante “O Escaroupim”)

Detalhes do Evento

Descrição do Evento

Esta proposta de actividade vai levar-nos a conhecer os encantos do nosso rio Tejo, num Cruzeiro ao Pôr-do-Sol, um evento não só para todos os amantes da fotografia, mas para todos aqueles que gostam de descobrir os encantos da natureza, muitas vezes, tão perto da nossa porta.
Neste passeio com uma duração aproximada de 2h, iremos conhecer os mouchões, navegamos perto do Cais e casario de Aldeias Avieiras, como a Palhota e o Escaroupim, desembarcamos numa praia fluvial (quando as condições de rio o permitem), assistiremos ao regresso das garças à sua ilha ao entardecer, passamos ao largo da Ilha dos Amores, e regressamos ao Escaroupim, nosso ponto de partida.

Haverá ainda lugar a uma prova de vinhos, com 2 vinhos (branco e tinto) e um licoroso.

Escaroupim

A cerca de 7 Km de Salvaterra de Magos situa-se a aldeia de Escaroupim, uma excelente opção para passar um fim de semana, ou só o sábado ou domingo e aproveitar a calma e tranquilidade para quem quiser fugir de Lisboa que fica a cerca de 70 Km de Lisboa pela N 118.

Escaroupim é uma típica aldeia piscatória, formada em meados dos anos 30. Alves Redol chamou “nómadas do rio” a estas famílias que durante os meses de inverno se deslocavam de Vieira de Leiria para o rio Tejo, para as campanhas de pesca de inverno, regressando no verão à sua terra natal, para pescar no mar. Alguns destes pescadores foram ficando pelas margens do Tejo, formando pequenas povoações piscatórias ao longo do rio.

Do ponto de vista ornitológico, este local destaca-se pela existência de uma colónia de garças, situada num mouchão do Tejo.

Aldeia da Palhota

A Palhota é uma aldeia típica de pescadores, construída com casas de madeira, tipo palafitas, cuja origem se perde nos tempos. Nesta aldeia chegou a viver Alves Redol, grande escritor português que muito escreveu acerca do Tejo e das suas gentes.

Alguns dos pontos de interesse da caminhada

• Passeio de barco com a duração de 2h e regresso ao ponto de encontro (Escaroupim) • Aldeia do Escaroupim • Casa Avieira na aldeia do Escaroupim • Praia fluvial e Parque de Merendas de Valada do Ribatejo • Ponte Rainha D. Amélia • Aldeia Avieira da Palhota • Mouchão das Garças • Mouchão dos Cavalos • Ilha dos Amores • Paisagens naturais e margens do rio Tejo •

Localização

Ponto do Encontro

Aldeia do Escaroupim, junto ao embarcadouro (seguir as indicações de Restaurante “O Escaroupim”.
Cais do Escaroupim | Largo dos Avieiros, 3 – Escaroupim
2120-018 Salavaterra de Magos

Latitude:  39° 4’1.44″N
Longitude:  8°45’26.31″W

Hora do Encontro: 16h30
Hora prevista para o final: 18h45

Ver no Google Maps

Características do Percurso e Equipamento

Nível 0
Dificuldade
0 Km's
Distância
0 Horas
Duração

Circular
Circuito

Equipamento

Calçado e roupa adequada para o evento

RESERVA


FAÇA JÁ A SUA INSCRIÇÃO

25€ por pessoa

Inclui:
• Guia e acompanhamento
• Seguro de acidentes pessoais
• Seguro de responsabilidade civil

Não Inclui:
• Todos os itens não mencionados.

Observações:
• Só as inscrições efectuadas até às 16h30 do dia anterior à realização do evento permitem a activação do Seguro de Acidentes Pessoais.
• AS VAGAS SERÃO PREENCHIDAS DE ACORDO COM O ENVIO DO COMPROVATIVO DE PAGAMENTO

Formulário de Inscrição

Go to Top